OUTRO LADO DA MOEDA

Essa semana falei aqui no blog dos impulsos favoráveis e como vamos vivendo e aprendendo com os desafios que Deus nos coloca para que possamos superar e passar por cima. São riscos que corremos e nos arriscamos por coisas que sabemos que temos capacidade de contornar.

As duas postagens se completam de alguma forma, pois o impulso favorável pode muito bem ser o desafio que temos à nossa frente e dele conseguimos tirar o aprendizado.

Porém, tem uma coisa contrária que se encaixa como luva quando nos deparamos com determinado impulso. A furada.

Se é furada, caia fora. Compreendo que falei que é bom se arriscar, que o impulso pode trazer algo de bom, que é uma coisa diferente que não sabemos se gostamos ou não e é exatamente por isso que existem os dois lados da moeda. Porque não sabemos se vamos gostar ou não.

Se você percebe de cara que não é daquilo que você precisa e não é o que te fez bem, saia de uma vez. Não fique se forçando a gostar só porque é uma coisa diferente e você quer experimentar. Existem as coisas saudáveis e as coisas que simplesmente não acrescentam. Se não acrescenta coisas boas e energias positivas em sua vida, desista. Não fique, por favor, não fique remoendo e alimentando um sentimento de raiva e desgosto por algo que você tem rejeição, isso depois se transforma em culpa.

Culpa por não ter desistido antes, culpa por você mesmo ter se prejudicado, culpa por talvez prejudicar quem está ao seu redor.

Levem em conta essas palavras: o impulso favorável só é favorável se te fizer bem, a partir do momento que você não pode mais superar este desafio, é porque ele é desfavorável e você precisa se desvincular disso. Como já disse, esse impulso pode ser “ensinamentos, aprendizados, novos conhecimentos, novas curiosidades, novas pessoas, novos amigos, novos amores”. De todas estas situações, sendo boas ou ruins, você vai tirar algum aprendizado, mas espero que sirva para o seu bem e que você saiba o que fazer com esse aprendizado.

Tirei a inspiração deste texto da minha semana toda, de tudo o que eu escrevi nesta semana, de tudo o que eu vi, vivi, aprendi e hoje estou praticando. Precisei de ajuda, precisei de conselhos, precisei de amigos, precisei da minha família, precisei de Deus e de um momento comigo mesma. Precisei refletir. Se este é o seu caso, vá atrás de alguém que você confia e desabafe, desande se necessário, chore, brigue, solte o que te prende e lembre-se que os desafios aparecem, você precisa saber comandá-los ao seu favor.

Tomem um café bem forte hoje!
Tenham um bom domingo!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s