Ainda não está escrito

Hoje, lembrei-me de uma música que fazia muito tempo que não ouvia. Seu nome é Unwritten, ou, em tradução geral Não Escrito. A música é de uma cantora chamada Natasha Bedingfield e ela expressa tudo aquilo que devíamos todos acreditar:

Eu estou em branco, não pode ler minha mente, eu sou indefinida
Estou apenas começando, a caneta está em minha mão
Com final não planejado

Encarando a página em branco a sua frente
Abra a janela suja
Deixe o sol iluminar as palavras que você não pôde achar
Tentando alcançar algo a distância
Tão próximo que você quase pode provar
Liberte suas inibições

Sinta a chuva na sua pele
Ninguém pode senti-la por você
Somente você pode deixar entrar
Ninguém mais, ninguém mais
Pode dizer as palavras em seus lábios
Se molhe nas palavras não ditas
Viva sua vida com braços abertos
Hoje é o dia em que seu livro começa
O resto ainda não foi escrito

Oh, oh

Eu quebro tradições, algumas vezes minhas tentativas são fora dos padrões
Nós fomos condicionados a não cometer erros
Mas eu não posso viver desse jeito

Encarando a página em branco a sua frente
Abra a janela suja
Deixe o sol iluminar as palavras que você não pôde achar
Tentando alcançar algo a distância
Tão próximo que você quase pode provar
Liberte suas inibições
Sinta a chuva na sua pele

Ninguém pode senti-la por você
Somente você pode deixar entrar
Ninguém mais, ninguém mais
Pode dizer as palavras em seus lábios
Se molhe nas palavras não ditas
Viva sua vida com braços abertos
Hoje é o dia em que seu livro começa
O resto ainda não foi escrito

Encarando a página em branco a sua frente
Abra a janela suja
Deixe o sol iluminar as palavras que você não pôde achar
Tentando alcançar algo a distância
Tão próximo que você quase pode provar
Liberte suas inibições

Sinta a chuva na sua pele
Ninguém pode senti-la por você
Somente você pode deixar entrar
Ninguém mais, ninguém mais
Pode dizer as palavras em seus lábios
Se molhe em palavras não ditas
Viva sua vida com braços abertos
Hoje é o dia em que seu livro começa

Sinta a chuva na sua pele
Ninguém pode senti-la por você
Somente você pode deixar entrar
Ninguém mais, ninguém mais
Pode dizer as palavras em seus lábios
Se molhe nas palavras não ditas
Viva sua vida com braços abertos
Hoje é o dia em que seu livro começa
O resto ainda não foi escrito
O resto ainda não foi escrito
O resto ainda não foi escrito

Tomem um café e misturem com amor e espírito livre!
Ótimo dia, galera!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s