Limpeza

Estou emocionalmente abalada demais para escrever alguma coisa que faça sentido aqui no blog. Já tentei de tudo: poemas, textos corridos, crônicas, versos, mas nada me agrada, nada faz sentido algum, nada daquilo sou eu. Ando escrevendo um emaranhado de “nadas”.

Eu tenho a sensação de que devo chorar, tenho vontade de chorar, chorar muito, mas parece que sequei. Quando uma gota sai, nem de longe parece sincera, por mais que seja isso que mais anseio nos últimos dias. A sinceridade andou me dando dor de cabeça ultimamente. Não porque alguém me falou umas verdades e eu levei tapas na cara, mas porque quem falou as verdades fui eu e de nada adiantou se eu igual levei tapas na cara.

Talvez eu devesse mesmo aprender a não ser tão sincera, coisa que aprendi com a vida e hoje a mesma me obrigada a abandonar. Se estou sendo dramática demais é porque é pra ser mesmo. A vida me cansou dessa vez, me fez correr para lá e para cá feito uma barata tonta e no fim eu caí num poço, depois de ter tirado muita gente de lá. Talvez eu espero demais das pessoas, talvez eu acredite que elas um dia elas irão agir de boa vontade comigo assim como fiz com elas. Quanta ilusão cabe na cabeça dessa jovem de 20 anos?

Os tempos mudaram, a vida mudou, a cabeça das pessoas mudou, só você que ainda está aí, na esperança. Mas aí o mundo te apedreja e te julga, te critica e ainda faz caso por sua “auto imposição de vítima” e diz que você não vale nada. O mundo é um reinado de hipocrisia e um bando de pessoas achando que ostentar riqueza material vale mais a pena do que ostentar riqueza intelectual e espiritual. Acham que falar algo da boca pra fora os torna maiores, mais poderosos.

Idiotas. Quando descobrirem o quanto vale uma mente bem preparada, vão querer formar uma nação de inteligentes, ou um bando de zumbis. Pessoas inteligentes querem continuar sendo inteligentes, ou melhor, sendo as únicas inteligentes. Foda-se a nação burra, nunca vai pra frente mesmo.

Exagerei na raiva, na melancolia, no desabafo? É óbvio que sim! A vida exagera e não pensa duas vezes antes de nos colocar em uma situação ruim, por que eu deveria segurar minhas palavras… de novo?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s