A Espera

Esperar nunca é fácil, especialmente de quem você mais espera. Esperar trás à tona o nervosismo, a angústia, a ansiedade. Dá dor no estômago e milhares de pensamentos diferentes sobre o que possivelmente pode ter acontecido.

Esperar é uma arte, quem sabe esperar é um artista e deve ser admirado. Existem diferentes tipos de espera e cada um se dá em um nível. Às vezes não sabemos como lidar com isso. Às vezes o psicológico prega uma peça e fica difícil escapar das garras do inconsciente, que insistem em nos fazer criar imaginações e fatos que, de fato, não existem.

Esperar é como uma agulha que nos cutuca sem parar. Não tem como não sentir, não tem como ignorar, você pensa naquilo o tempo todo e se distrai das coisas importantes que estão à sua frente.

Esperar. Tão incrivelmente dolorido quanto uma bala perfurando a pele. Esperar é ter paciência e paciência é uma virtude. Esperar é preciso.

Espere. Sinta.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s