Chuva de Realidade

Uma vez, há um tempo atrás, eu me senti muito perdida na minha vida. Eu não sabia o que fazer, ou se deveria realmente fazer alguma coisa, não tinha vontade de fazer nada e achava que, assim como eu, tudo estava perdido. Pra mim não havia mais solução, não havia mais o que fazer, apenas esperar alguma coisa acontecer, e aconteceu. Por intervenção divina, acredito eu, a minha ficha caiu e mexeu comigo por inteira. Eu vi quem eu estava me tornando, sinceramente, que pessoa chata. Eu estava começando a me odiar por ser assim, por não conseguir mudar, mas me odiava mais ainda por saber que eu sou orgulhosa e teimosa e, como quem sabe tudo da vida, tenho claro em minha mente que quem precisa mudar não sou necessariamente eu, mas os outros. E aí minha mente deslanchou a me falar: tola, idiota, se tudo o que acontece à minha volta anda lhe fazendo mal, desculpe minha cara, mas o centro dos problemas é você mesma. Você é quem está causando tudo isso e nada do que está acontecendo vai mudar se você não mudar, a mudança tem que começar aí dentro de você. Aceite que você não é a única nessa vida que tem problemas e pense em como você resolve os seus e como os outros resolvem os deles. E aceite também que os seus problemas não são os piores do mundo, você sabe muito bem que pode resolvê-los, mas fica aí se martirizando e afundando cada vez mais nesse poço da vergonha que te transforma numa pessoa que nem você mesma conhece mais. Outra coisa que você tem bem clara na sua mente é que você não possui nenhuma trava física pra levantar essa bunda da cadeira e ir resolver seus problemas. Eu espero, de verdade, que você consiga refletir sobre como você está administrando sua vida, sobre o que anda movendo você. Todos os dias você acorda irritada e sem um pingo de vontade de sair da cama, mas você sai. O que te motiva a fazer isso? Se você levanta, é porque tem algum propósito na sua vida. Faz o seguinte, vai buscar mais propósitos, vai atrás do que você gosta, vai enfrentar qualquer coisa pra atingir seus objetivos. Ah, outra coisa, eu te conheço muito bem e sei que você tem dificuldade pra sorrir pra qualquer coisinha, sei que você não gosta dessas pessoas engraçadinhas e fofinhas nessas épocas que você está desse jeito, toda estressadinha, mas qual é!? Qual o problema de ter um coração mais leve, de se abrir, de praticar o deboísmo? Anda menina, ergue essa cabeça e pensa em quanta coisa boa você tem na vida, quanta gente que te ama e quer te ver feliz e sorrindo igual elas. Vê se muda de uma vez.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s